NOTÍCIA

OAB Niterói dá posse à Comissão de Direito e Literatura

A OAB Niterói, presidida por Pedro Gomes, deu posse no último dia 4 de julho à Comissão de Direito e Literatura, recém-criada. Além do presidente, a solenidade, realizada no auditório da entidade, contou com a presença de Luciene Saldanha, secretária adjunta; Maria José Gomes e Ronaldo Vinhosa, procuradora geral e procurador, respectivamente, da OAB Niterói, além de Gabriela Nasser, jornalista, escritora e colaboradora da Comissão de Direito Notarial e Registral. O cerimonial ficou a cargo de Júnior Rodrigues, diretor geral da ESA Niterói.

A Comissão de Direito e Literatura tem como presidente Christine Soares de Oliveira, e vice-presidente Karen Louise Lannes Garcia de Paiva. Os delegados são Márcia Regina Bastos Azevedo Medeiros e Rafael Van Erven Ludolf. E os delegados Eliete Póvoas de Oliveira e Marco Lopes Cruz.

"A Comissão tem como proposta aprofundar estudos e pesquisas sobre a relação entre o Direito e a Literatura, com foco em atividades para o desenvolvimento da escrita jurídica na advocacia, buscando difundir os elementos e práticas da Literatura e do Direito, estabelecendo um diálogo entre as duas áreas. A correspondência entre ambas também envolve questões como literatura de expressão, história jurídica da censura e políticas de subsídios editoriais”, explica a nova presidente.

Pedro Gomes destacou a importância da Comissão:

“Christine é uma advogada realmente atuante. Ela me procurou e trouxe uma ideia sobre a importância da Comissão de Direito e Literatura. Estou curioso e ficarei atento para as novidades que ela irá nos apresentar. Trata-se de uma Comissão estreante. Tem uma pegada diferente. Parabéns, seja muito bem-vinda!”

A presidente agradeceu, dizendo-se "honrada de estar nesta Casa, que me acolheu há 22 anos, quando me formei; até hoje exerço a advocacia, ampliei meus estudos, indo para a área de Letras".

Ela fez mestrado na UFF e hoje cursa doutorado em Literatura Comparada. Na busca pela tese, deparou-se com o Direito e Literatura, "que é uma área em profusão".

"Essa junção, geralmente não conseguimos visualizar à primeira vista”, destacou. “Quando redigimos nossa petição começamos com ‘dos fatos’. Quando descrevemos os fatos estamos exercendo a atividade de escritor, contando uma história. Nesse exercício da escrita estamos tentando convencer. Então, o cliente, quando nos procura, precisa de um bom escritor, não só de um bom advogado. Nada melhor para lapidar nossa argumentação jurídica do que o texto literário, que deve ser a formação de todo profissional que lida com a escrita e necessita dela como uma ferramenta.”

Ela ainda adiantou que sua ideia é unir as duas áreas:

"Não tenho certeza, mas acho que somos a quarta Subseção a criá-la, dentre os estados. Pretendemos, também, trabalhar juntamente coma ESA, oferecendo cursos específicos e propondo clube de leitura. Tenho certeza que isto ajudará muito na atuação profissional das advogadas e dos advogados. Estamos abertos para o diálogo e trabalhar bastante nesta área que tanto amo.”

Fotos: @ulissesfranceschiphoto

#advogado #advocacia #oabrj#oabniteroi #esaniteroi #cfoab #caarj