Autor(a)

Pedro Gomes

Presidente da OAB Niterói

Momento de olharmos para frente!

É inegável que 2022 foi um ano desafiador. Seus reflexos foram sentidos na advocacia e em tantas outras áreas. Mas, se uma palavra pode nos definir enquanto seres humanos, a resiliência é minha preferida.

O mundo por algumas vezes direcionou seu olhar para a guerra entre Rússia e Ucrânia, logo no início do ano, que influenciou a economia do País. O fato de o Brasil ser um grande produtor de commodities foi uma ferramenta que pesou a favor do País, já que acabou atraindo investidores em busca de alternativas aos produtos russos e ucranianos, especialmente agrícolas, levando ao aquecimento do Agro Direito, que toma “corpo e força” a cada dia mais no cenário da advocacia.

O fato mais interessante deste último ano, talvez tenha sido a confirmação da esperada retomada: voltaram os eventos presenciais e a movimentação maciça dos consumidores nas ruas, gerando economia e mercado de trabalho para advogados e advogadas, com o aumento nas demandas consumeristas e trabalhistas.

 Foi um ano de muitos acontecimentos para a advocacia. Com o fortalecimento das atividades presenciais, como as audiências, que nos deixaram tão saudosos nos anos de 2020 e 2021, apesar do TRT da 1ª Região ainda relutar para o retorno de 100% presencial. 

Paramos para as eleições nacionais e terminamos o ano praticamente com a Copa do Mundo, que pela primeira vez saiu dos meados e passou para o final do ano.

Iniciamos o mês de janeiro com a esperança de um mundo fortalecido, especialmente para a advocacia, com a tecnologia cada vez mais abrangente na profissão. Em 2023 iremos vivenciar profundas transformações e crescimento acelerado do conhecimento. Além de cobrar que profissionais das mais diversas áreas saiam de suas zonas de conforto. 

Paralelo a isso, existem outras mudanças que procuram adequar o ordenamento jurídico às novas demandas sociais. Alguns exemplos são a Lei Geral de Proteção de Dados e o crescimento da área de compliance.

Muitos advogados ainda permanecem focados nas práticas jurídicas tradicionais, utilizando modelos engessados e limitantes que, por vezes, dificultam a conquista de novos clientes e diminuem seu campo de atuação. Neste ano precisamos investir em propostas para enfrentar o futuro com as necessárias ferramentas tecnológicas.

As atividades educacionais para atualização profissional são ótimas possibilidades diante das mudanças pelas quais o mundo jurídico passa todos os dias, inclusive no período pandêmico que ultrapassamos. As palestras, seminários e cursos geralmente trazem o que há de mais novo nesse universo, renovando as práticas da Advocacia, e este é o papel da OAB Niterói, através da Escola Superior de Advocacia, a nossa ESA.

A sociedade se modifica e o Direito tem que acompanhar essa evolução. Vamos proporcionar à Advocacia cada vez mais preparo, de modo que os profissionais tenham condições de enfrentar o futuro, preparados para novos desafios. 

Eu sou Pedro Gomes, advogado e presidente da OAB Niterói. Não deixe de seguir o meu Instagram: @dr.pedro_gomes.