ARTIGO – Comissão de Gestão e "Coaching" Jurídico da OAB/Niterói

CUIDANDO DE NOSSA SAÚDE MENTAL

Data da Publicação: 19 de Agosto de 2020

O isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus desencadeou diversos problemas à saúde mental no mundo inteiro.

O fato de estarmos em isolamento social em tempo integral mexeu muito com o psicológico. A angústia emocional é compreensível e aceitável diante do contexto que estamos vivenciando, porém é necessário saber lidar, para evitar complicações futuras.

Estamos vendo que a pandemia não está gerando só danos físicos, mas também danos à saúde mental.

É importante exercitarmos o nosso corpo e a nossa mente para que não sejam desenvolvidos desequilíbrios emocionais nesse período de isolamento.

A possibilidade de voltar à vida normal após a pandemia acarretará em felicidade, seguida por um considerável número de casos de transtorno depressivo, angústias e ansiedades.

Tudo indica que a ansiedade aumentará bastante, principalmente porque não se sabe como será o depois do depois. O fato é que a vida como era antes não vai mais existir, e isso poderá gerar insatisfação em algumas pessoas.

Uma parcela da população terá dificuldades de enfrentar isso, onde entra a questão da depressão e ansiedade.

Entre alguns problemas psicológicos que podem ser detectados após a pandemia também estão o Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT), Síndrome de Burnout ou Síndrome do Esgotamento Profissional.

Esses transtornos poderão aparecer no momento em que teremos que nos reiventar de alguma forma.

A aquisição de novos hábitos e comportamentos, como lavar as mãos com frequência, usar álcool gel, usar máscara, cumprir o distanciamento físico, fazer dieta balanceada, praticar exercícios físicos saudáveis para melhorar a imunidade, ter passatempos agradáveis, conversar com amigos e familiares através de celulares e internet, certamente serão atitudes que irão colaborar bastante para manter uma boa saúde mental.

Será importante construirmos novos hábitos e rotinas.

Teremos que revolucionar as atividades possíveis de serem realizadas através da internet, como substituição de aulas presenciais, atendimentos médicos e psicológicos, reuniões de trabalho; buscarmos atividades físicas e criativas, como pintura, fotografia, leitura, música, danças, trabalhos manuais, gastronomia, etc.

Lembrando que o suporte emocional é fundamental. Importante termos profissionais capacitados, como psicólogos e psiquiatras, para nos orientar e ajudar diante das dificuldades, nas escolhas de uma qualidade de vida e plenitude emocional.

Caro colega, você não está sozinho. Lembramos que a Caarj tem um serviço de atendimento psicológico online e gratuito para os advogados e seus familiares. Acesso pelo e-mail falecomacaarj@caarj.org.br e nossa Comissão de Gestão e "Coaching" Jurídico também pode ajudar no que for necessário. Contatos podem ser feitos através do email:comissoes.nit@oabrj.org.br

Comissão de Gestão e "Coaching" Jurídico da OAB/Niterói

Presidente: Gisele Bastos Vieira Marins

Delegados: Alberto Veiga Marins, Vicente Bruno Filho, Fernando Camargo Soares Neto e Marcella Coutinho Dias da Costa

Colaboradoras: Ana Lúcia Araújo Martelo Lucas (Psicóloga e especialista em Inteligência Emocional), Júlia Helena de Lima Cardoso (Especialista em posicionamento de marcas e mídias sociais)

#advogado #advocacia #oabrj #oabniteroi #cfoab @caarj